Parque Estadual do Desengano – RJ


Apesar do nome engraçado, parque estadual do desengano, os turistas que apreciam a beleza encontrada somente na natureza não irão se decepcionar.

Localizada na região de Itaporanga na cidade de Santa Maria Madalena, o local abriga uma grande quantidade de atrações.

O parque recebeu esse nome por abrigar a pedra do Desengano, onde os turistas levam cerca de quatro horas para chegar no seu pico, em uma subida incline, mas que oferece uma linda vista do seu ponto mais alto, há mais de 1.761 metros de altura.

No topo do morro, é possível visualizar toda baixada litorânea do estado do Rio de Janeiro, e também a região do Vale do Paraíba.

Para chegar no pé da pedra, os turistas enfrentam ainda um desafio especial – por ser uma região de mata bem fechada, o acesso no local não é tão fácil.

Porém, é preciso reconhecer que no meio do caminho, os turistas encontram algumas flores nativas especiais, que encontram na região uma forma de se manterem por anos.

O parque do Desengano também oferece para seus turistas uma oportunidade única de descansar enquanto se refresca, na cachoeira Tombo D´Água.

Com mais de setenta metros de altura, a cachoeira é conhecida por oferecer um local seguro no final das suas quedas, sendo um dos lugares mais frequentados de todo o parque.

Utilizada na região como local de exploração de minérios, a Mina que fica dentro do parque ainda é frequentada hoje em dia, mas somente por turistas.

Para quem deseja levar uma pequena recordação do parque do Desengano para a casa, pode levar embora uma pequena quantidade de Mica da mina, que ainda é abundante no local.

Porém, o acesso é controlado, pois por se tratar de um local totalmente fechado, é indicado sempre que um guia da região esteja presente.

Os amantes de trilha também podem aproveitar as ótimas opções que existem no parque do Desengano. A trilha das Paineiras oferece um percurso pequeno, de apenas 500 metros, que por ser de uma dificuldade leve, é a primeira opção de muitos turistas.

Mas para quem deseja um verdadeiro desafio, pode percorrer todos os quase 17 quilômetros da travessia Poço Parado – Mocotó.

Durante todo o trajeto, os turistas irão encontrar diversas pequenas quedas de água escondidas em meio a uma natureza ainda intocada, podendo se refrescar em uma das inúmeras piscinas naturais do local.

Todo o trajeto pode ser feito em até 9 horas, mas atenção – como se trata de um percurso cheio de perigos, é recomendado a prática de trilha no local somente em grupos.

Para continuar com a visita, os turistas podem aproveitar a Cascata – uma grande cachoeira que se formou em uma pedra só, que fica localizada na região do Ribeirão do Macapá.

Finalizando, uma das opções para terminar esse dia especial é a cachoeira Bonita, que pode ser alcançada quase totalmente por carro ou moto, restando apenas uma pequena caminhada de 500 metros para encontrar a grande queda de água que existe no local.

Você pode se Interessar:

    ,

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *