Os Encantos das Plantas Suculentas


Os encantos das plantas suculentas e suas belas formas geométricas, redondas ou pontiagudas, além de sua infinidade de cores, é difícil não se apaixonar pelas suculentas.

Estas plantas são fáceis de cuidar e são inigualáveis ​​para iluminar uma sala. Em um terrário, em uma horta vertical ou em vasos de cores vivas, o único limite para o que você pode criar com suculentas é a sua imaginação!

As suculentas não correspondem a uma família botânica específica. Existem muitas espécies de suculentas, cerca de 12.000, mas estão distribuídas em diferentes famílias de plantas. É, portanto, um tipo de plantas.

Por exemplo, existem suculentas na família Liliaceae, a mesma família do lírio. Entre as suculentas mais conhecidas estão os cactos, que pertencem à família Cactaceae.

As suculentas vêm de áreas com muita luz solar, incluindo África, América do Sul e países do Mediterrâneo. São encontrados em diferentes ambientes, próximos ao mar ou em altitude, mas sempre em regiões áridas ou semiáridas.

As suculentas têm a capacidade de armazenar água em suas folhas, caules e raízes para resistir aos períodos de seca. Aliás, o nome suculenta vem do latim suculentus, que significa “cheio de suco”.

De um modo geral, as suculentas têm folhas e caules grossos e carnudos, razão pela qual também são chamadas de suculentas. Sua pele às vezes é peluda ou cerosa na aparência. Há também suculentas que têm folhas ou espinhos afilados, como os cactos.

Altura e Espaço Necessários

O espaço e a altura necessários para as suculentas dependem muito da planta escolhida. Dado o número de espécies de suculentas, existem muitas diferenças de planta para planta.

Você também deve perguntar sobre a taxa de crescimento da planta ao comprar, pois algumas suculentas crescem muito lentamente, como os cactos, enquanto outras crescem mais rápido, como o aeonium.

O substrato deve ser bem drenado e deve estar próximo a um solo desértico ou semi-árido. Usamos o mesmo tipo de substrato dos cactos, uma mistura de terra, composto e areia. É importante colocar cascalho pequeno no fundo da panela para que a água não se acumule.

Exposição das Plantas Suculentas

É preferível expor ao máximo sol e luz para suculentas. Enquanto a maioria gosta de sol pleno, algumas espécies preferem uma posição levemente sombreada.

Dentro da casa, as suculentas podem ser colocadas no peitoril da janela voltada para o sul. No entanto, tome cuidado para não expor as suculentas muito repentinamente ao sol para não queimá-las. Para um crescimento uniforme, o vaso também deve ser virado regularmente.

As suculentas gostam de temperaturas quentes, mas não se esqueça de lhes dar um período de descanso, com temperaturas mais frescas e secas, e espaçando as regas. Este período é essencial para o florescimento da planta.

Como Deve Ser a Rega das Plantas Suculentas

Mesmo que as suculentas possam suportar períodos de seca, a rega ainda é essencial. A regra mais importante é deixar o solo secar entre as regas. Estamos falando de uma frequência semanal no verão e menos ainda durante o período de inverno.

Também é necessário garantir que a água escorra bem pelo vaso, para que as raízes não permaneçam na água.

Você pode regar por imersão, método que consiste em mergulhar o fundo do vaso em uma bacia cheia de água e esperar algumas horas para que o substrato absorva a água. O vaso é então removido da bacia de água, deixando-a escorrer para remover o excesso de água.

Cuidado e Poda

Para limpar uma planta suculenta, basta borrifar um pouco de água nas folhas lisas e limpá-las com um pano. Você também pode escovar as folhas cobertas de pêlos com uma escova pequena para remover qualquer resíduo que possa ter se depositado ali.

As suculentas às vezes precisam ser podadas. É necessário cortar os galhos mortos e os que são muito invasivos.

As suculentas não precisam de muito fertilizante; é usado especialmente durante o período de floração.

Assim como os cactos, as suculentas precisam de um período de descanso para poder florescer, que é chamado de período de inverno. Temperaturas mais baixas são então recomendadas e a rega é espaçada.Isso promove o aparecimento de flores na primavera.

Como é o Replantio das Suculentas

As suculentas podem ser replantadas para promover seu crescimento, para refrescar o substrato quando estiver muito velho, quando o vaso estiver muito pequeno ou na hora da compra.

É importante escolher um vaso um pouco maior que o anterior, para que a planta tenha o espaço necessário para crescer. É importante que haja aberturas na parte inferior para deixar a água sair. Aproveite para mudar o solo, podar as raízes e retirar as que estão secas ou danificadas.

Embora seja melhor usar vasos de terracota, que são porosos e não retêm umidade, as suculentas podem ser encontradas em todos os tipos de recipientes, de vidro ou plástico. Você pode usar qualquer outro material, desde que a água não se acumule para não apodrecer as raízes.

Os Problemas mais Comuns da Suculentas

Excesso de água e umidade: Se a planta apodrece, amolece, fica marrom ou tem manchas acastanhadas, ela está sofrendo com excesso de água, o que acontece quando você rega com muita frequência ou a umidade é muito alta na sala. Isso pode ser fatal para suculentas.

Falta de água: Por outro lado, se a planta suculenta secar, murchar ou enrugar, é porque falta água. Basta então regar para corrigir a situação.

Falta de luz: Se o caule de uma suculenta se alongar drasticamente ou se parar de crescer, é porque falta luz.

Excesso de sol: Quando algumas folhas da planta ficam pretas ou vermelhas, isso é sinal de muito sol. É necessário colocar a planta na sombra por algum tempo.

Insetos e parasitas: As suculentas às vezes podem abrigar insetos ou parasitas que as prejudicam, como a cochonilha ou o pulgão preto.

Seguindo todas essas dicas, a sua suculenta sempre estará em perfeita saúde!

Você pode se Interessar:


    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *